Ana Luzia Chaves Bar das Letras

Você já fez um 5S?

Dando seguência à mesma linha de texto, assuntos da administração que podem ser aplicados a nossa vida, sirvo agora neste Bar, nesta mesa, o Programa 5S. Oportuno em função da tragédia que assola o Japão, pois a filosofia provém daquele país e é resultado do efeito pós-guerra. Não que eles estejam em conflito, mas o Japão hoje é cenário de caos, com falta de energia, risco de blecaute, destruição, contaminação e, principalmente, com número altíssimo de vítimas, portanto, sem sombra de dúvidas, é o status quo da guerra.

A sabedoria milenar, a disciplina, a experiência, a tecnologia e todo o conhecimento dessa nação, com certeza superarão essa situação calamitosa e daqui a pouco tempo toda a normalidade estará retomada, é o que esperamos, à exceção das vítimas, é claro, e por elas todos nós devemos rezar.

Contextualizando localmente, já há quem diga aqui em Fortaleza, que as partes atingidas do Japão serão reconstruídas antes mesmo do Metrofor ser concluído. Para quem foi pai do Programa 5S, não será difícil, haja vista, também a contribuição dos países.

Com certeza você já ouviu a expressão, “estou precisando fazer um 5S lá em casa” ou “preciso aplicar um 5S no meu guarda-roupa” ou ainda “hoje é dia de 5S lá no trabalho”. São momentos que vivemos para aplicar a seleção/descarte, a organização, a limpeza, a saúde/higiene e a disciplina/autodisciplina, ou melhor: Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke. São esses os tais 5S do programa de que falamos, também conhecidos como 5 sensos, os quais representam cada uma das etapas, que, agregada à seguinte, vai tomando uma nova forma, ficando mais completa, chegando ao ápice com a disciplina, que reúne todas elas. É uma mudança de comportamento para melhor.

Há quem se refira ao Programa 5S como originário de um código de princípios morais representando a harmonia e a disciplina, passado de pai para filho pela oralidade até ser incorporado à cultura do Japão, por isso a menção à filosofia. Outros preferem a idéia de ter sido utilizado inicialmente pelas donas-de-casa japonesas com o propósito de unir a família em torno da administração do lar.

Necessitando de ser reestruturado para implementar o desenvolvimento industrial nas décadas de 50 e 60 para superar a crise da competitividade, o Japão aplicou o programa para gerar qualidade e produtividade, passando depois a “contaminar” o mundo organizacional como uma das 7 ferramentas da qualidade.

Como ele lida com o tripé pessoa-comportamento-produção, ou seja, eu me comporto dessa forma e, por isso, consigo produzir esse tanto (trabalho) e/ou viver desse jeito (pessoal).

Explicando agora cada uma dessas etapas (sensos) temos:

• SEIRI (senso de seleção/descarte): separar as coisas necessárias das desnecessárias e manter nos ambientes somente o que for útil. O que não tiver utilidade não deve ocupar o nosso precioso espaço, assim teremos mais conforto.

• SEITON (senso de organização): identificar e conservar tudo em ordem, organizando o ambiente e as coisas que foram selecionadas, fazendo com que permaneçam em seu devido lugar, de forma que sejam encontradas facilmente quando requisitadas por qualquer pessoa, evitando desperdício de tempo e fadiga.

• SEISO (senso de limpeza): manter o local limpo e seguro em todos os sentidos. Depois de tirar o desnecessário e deixar tudo em ordem, é preciso manter assim, aprendendo a não sujar.

• SEIKETSU (senso de saúde e higiene): sensação de bem-estar. Não adianta nada mantermos o local organizado e limpo se não cuidarmos de nossa própria saúde e higiene. Eliminar os fatores que possam causar mal, tais como sujeira, poluição visual e sonora, cheiros desagradáveis, dessa forma estaremos atendendo aos três sensos anteriores.

• SHITSUKE (senso de disciplina/autodisciplina). É o mais abrangente dos sensos, é quando o programa se torna um hábito, um costume, um estilo de vida. Manter os resultados obtidos pela repetição e pela prática. Na implantação tudo é feito de forma corretiva, depois tudo passará a ser feito de forma preventiva.

Você sentirá a diferença do antes e do depois e como passamos grande parte do dia no trabalho, ter esse ambiente mais agradável, contribui para aumentar a motivação, que por sua vez contribui para um melhor desempenho. Da mesma forma acontece com o tempo de passamos em casa, se nossa casa está em ordem, mais espaçosa, limpa, saudável, oferecendo condições de disciplina, com certeza, esse tempo nos trará mais satisfação e harmonia com nós mesmos e com a nossa família.

O que você está esperando? Aplique o 5S!

Você Também Pode Gostar

Sem Comentários

    Deixe uma Resposta

    rough breeding a bitch.http://yourporn.irish