Bar das Letras Karla Karenina

Mais Que um Soneto

As coisas que penso, que loucas!

Que loucas! Só a mim pertencem.

Por dentro, melodia rouca.

Encanta só aos que pressentem.

 

Já quis te dizer em voz alta,

Mas de que vale alto falar,

Se o silêncio que me assalta,

Só ele entende o meu amar?

 

Coisas loucas, que loucos sonhos!

Acordo, durmo, vivo a sonhar.

Sentimentos lindos, tamanhos!

Tudo ilumino se penso em amar.

 

Quero sentir apenas, sem medo,

Mais que um soneto entrando em você,

Que em ser Florbela não posso sonhar.

 

Então mesmo distante e cedo

Vou continuar loucamente a querer

O que tantas outras desejam ganhar.

 

Karla Karenina

Você Também Pode Gostar

Sem Comentários

    Deixe uma Resposta