Bar das Letras Concita Farias

Apreensão

Apreensão
É como uma ferida que não sara.
Arde como uma queimadura.
Perturba como um temporal.
Suga como o sol ardente.
Arrasa como rajada de metralhadora.
Liquida como um vulcão.
Fere, maltrata, tortura
Como a maior seca do sertão…

Concita
10/09/1978

Você Também Pode Gostar

Sem Comentários

    Deixe uma Resposta